SOBRE A COMUNIDADE TERAPÊUTICA FILHOS DA LUZ

A Comunidade Terapêutica Filhos da Luz nasceu a partir de uma necessidade crescente em nossa região que era a questão do tratamento para usuários de drogas. Durante todos esses anos, passamos por uma curva de aprendizado que nos permitiu criar um método de tratamento bastante revolucionário e de baixo custo, que dá condições do individuo encarar uma vida sem a necessidade da droga ou do álcool.

Com o tempo, vários amigos e patrocinadores se juntaram ao projeto, de forma que temos uma instituição séria, com sede própria e organizada de modo transparente e que deseja ser uma referência no tratamento da dependência química em nossa região.

280

pessoas recuperadas da dependência química e do uso abusivo de drogas e álcool

1700

pessoas já passaram em tratamento na comunidade

100

famílias são atendidas mensalmente com a comunidade Filhos da Luz

R$ 1.500,00

é o custo fixo, em média, por residente na comunidade, incluindo moradia, comida, custos da casa, etc

6

unidades ativas da Comunidade Terapêutica Filhos da Luz

SUA DOAÇÃO É MUITO IMPORTANTE

 

Colabore com a Comunidade Terapêutica Filhos da Luz e vamos juntos recuperar vidas de pessoas afetadas pelo uso abusivo de álcool e de outras drogas.

Aqui, o residente mora na comunidade, estuda e trabalha, medita sobre sua vida, faz planos para o futuro e aprende a lidar com as dores e frustrações da vida. Precisamos muito da sua ajuda pra manter esse trabalho e conseguir recuperar mais vidas.

DOAÇÕES POR TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA OU DEPÓSITO
Banco Bradesco
Agência: 354
Conta Corrente: 7382-2
CNPJ: 18.165.784/0001-73

CHAVE PIX
CNPJ: 18.165.784/0001-73

O QUE É uma Comunidade Terapêutica?

Essa modalidade de tratamento, onde a adesão é voluntária, e que visa promover um programa de recuperação, em ambiente protegido e em um clima familiar.

Em uma Comunidade Terapêutica, todos os residentes são vistos como irmãos, não havendo privilégios, preconceitos ou discriminações.

Todos são acolhidos com amor, independentemente de seu passado, de forma que a experiência de cada seja transformada em material de apoio para a recuperação dos demais membros da casa.

Muitas dinâmicas são realizadas diariamente por voluntários com objetivo de promover a recuperação dos residentes e também de gerar um ambiente acolhedor, familiar e protegido.

Regras da Comunidade

Na Comunidade Terapêutica Filhos da Luz, o residente mora de graça, mas existem algumas regras a serem seguidas:

– Aqui, não permitimos o uso de drogas, álcool, cigarros comuns, nem medicação psiquiátrica. Somos uma comunidade “100% limpa”.

– Cada residente mora em um alojamento coletivo, e precisa colaborar com as atividades e manutenção da casa, tendo que lavar a sua própria roupa, ajudar na cozinha, trabalhar na horta entre outras atividades que colaboram com o funcionamento das unidades.

UNIDADES FILHOS DA LUZ

 

Novo Dia

Av. Rui Barbosa, 3241- Carapicuíba

Nova Esperança

Av. Rui Barbosa, 3122 – Carapicuíba

DIVERSIDADE

Av. Rui Barbosa, 3241- Carapicuíba

John Luz

Estrada Carl Gustav Jung, 1400 – Santana de Parnaíba

Vila Taful

Travessa Cinco Estrada Araçoiaba Aparecida, 1505 – Araçoiaba

Terra da Luz

Estrada da Fonte, 30 – São Roque

QUER SER VOLUNTÁRIO?

Cada boa ação que você pratica, é uma luz que você acende em torno dos próprios passos.

O trabalho voluntário dá forças e dá ânimo para o adicto continuar em sua recuperação.

Quando ajudamos ao próximo, sentimos um prazer diferente, sentimos que somos úteis em algo, que nossa vida e a nossa recuperação valem a pena, que nosso exemplo contagia outras pessoas, dando uma sensação de valorização para nossas horas e nossas intenções.

Então vem! Estamos te esperando com todo carinho

Idealizador
Dr. Ronaldo CAMPOS

O fundador dos Filhos da Luz foi oDr. Ronaldo Meirelles Campos, Cirurgião-Dentista, que após ter enfrentado o problema da dependência química com um de seus filhos, e vendo o quanto isso era doloroso, resolveu usar sua experiência e recursos para iniciar um serviço que pudesse atender pessoas de baixa renda e sem recursos para pagar um tratamento especializado.

A Comunidade iniciou as suas atividades no mês de novembro de 2010, atendendo apenas três dependentes químicos em situação de rua, que aceitaram participar, voluntariamente, de um programa de recuperação.